• 193 
  •  
  •  
  •  
  •  

Sedec-RJ participa de 4º Encontro Regional de Agências de Defesa Civil  

Representantes municipais e estaduais se reuniram para tratar sobre ocorrências de fogo em vegetação na Região Leste Fluminense

 

A Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) participou, no dia 28 de setembro, em Tanguá, do 4º Encontro Regional de Agências de Defesa Civil. O objetivo da reunião foi debater e criar medidas de prevenção, mitigação e preparação para ocorrências de incêndio em vegetação.  O clima seco, a baixa umidade relativa do ar e as características geográficas da região Leste Fluminense favorecem a incidência deste tipo de evento.

 

Representantes dos municípios de Tanguá, Itaboraí, Rio Bonito, Silva Jardim, Maricá e São João do Meriti também participaram no encontro. Os comandantes do quartel de São Gonçalo e dos destacamentos de Itaboraí e Rio Bonito, além dos coordenadores regionais de Defesa Civil - REDECs da área Metropolitana, Baixada Litorâneas e Baixada Fluminense - marcaram presença.

 

De acordo com o assessor da Superintendência Operacional da pasta, tenente-coronel Watanabe, a Defesa Civil Estadual, se colocou à disposição para auxiliar na capacitação e nas ações de prevenção desenvolvidas pelos municípios, bem como para apoiar, por meio do Corpo de Bombeiros, nas ações de resposta.

 

 - A interação e a integração entre os recursos dos municípios envolvidos é fundamental para o desempenho de um trabalho de excelência – disse o oficial.   

 

Para o comandante do Corpo de Bombeiros de Itaboraí, major Anderson Gomes, o aumento da demanda para o combate aos incêndios em vegetação é motivo de preocupação. O militar informou que, nos últimos 30 dias desde o início da estiagem, foram 220 atendimentos nesta área operacional.

 

De acordo com o superintende operacional da Sedec-RJ, coronel Bruno Braga, esse tipo de iniciativa é fundamental para a adesão e o engajamento de procedimentos para a segurança da população e a preservação socioambiental.

 

 - A confecção do plano de contingências mútuo do comitê, que será testado em simulados com a participação da população, vai também colaborar com a redução das ocorrências na localidade – complementou o militar.

 

Um novo encontro está sendo programado. A ideia é também convidar para a discussão órgãos de proteção ambiental, as secretarias de Meio Ambiente e Educação, entre outras instituições ligadas ao tema.